Viajar é uma questão de prioridade

Conheço muita gente que fala: “aaah não viajo porque estou sem dinheiro.”
Até ai ok, mas aí você abre o armário dessa pessoa e dá de cara com um bando de roupa com etiqueta, 1Kg de maquiagem que nunca foi usada e já está vencendo, cremes e mais cremes de tudo que é marca pra tudo que é zica, óculos como se tivesse 10 pares de olhos, perfumes, relógios, tênis, sapatos e por ai vai.

oculos-colecao  sapatos

Não estou dizendo que isso é errado, longe disso até porque cada um sabe o que quer da vida, mas essa pessoa não tem o direito de falar que não viaja porque está sem grana.

Tenho uma coisa pra dizer pra esse ser:
VOCÊ SÓ NÃO VIAJA PORQUE NÃO É SUA PRIORIDADE.

Vamos fazer uma conta fácil: se você gasta 100 reais por final de semana com bebida e 300 reais por mês com roupa e acessórios (isso porque estou sendo humilde), já parou pra pensar que se fizer as contas você gasta em torno de 700 reais no mês com coisas que facilmente poderia moderar e economizar?
São R$ 8.400 reais que poderiam facilmente pagar uma viagem FYNA e RYCA pra qualquer lugar das Américas? Ilhas do Caribe, Orlando, Canadá, mochilão na América do Sul (nesse ai ainda sobra dinheiro).
SIM, você consegue ir pra um lugar FODA com esse dinheiro.

viaje pelo mundo

Quando decidi começar a conhecer os lugares dos meus sonhos eu já estava burra velha e longe de ganhar bem, maaaaaas passou a ser uma prioridade pra mim, então de festeira virei caseira.

Aí você pensa: vale a pena deixar de sair final de semana e acompanhar a moda pra passar poucos dias em um lugar?
Mais uma vez respondo, se você quer muito e só tem dinheiro pra uma coisa ou outra, você deve PRIORIZAR.
Óbvio que não precisa ser radical. Eu não virei uma freira enclausurada de burca que só bebe água e anda rasgada pelas ruas, apenas passei a sair menos, reinventar meu armário e consequentemente gastar menos.

FICA A DICA
Se quer viajar, priorize! 

Beijos, Didi Viajante :*

Mochilão América do Sul – Roteiro Resumido

Esse foi o meu roteiro. Coloquei aqui de forma resumida mas tudo será detalhado no post  sobre cada lugar em breve. 😉

DESERTO DE ATACAMA (4 dias inteiros)
Hospedagem: Hostal Lickana
27/08  Chegada em Atacama às 19h
28/08 – Laguna Cejar + Ojos del Salar + Laguna Tebenchique
29/08 – Lagunas Altiplânicas
30/08 – Termas de Puritama + Valle de la Luna
31/08 – Geysers del Tatio + Lagunas Escondidas

Pontos importantes:
1 – O tempo ideal de permanência no Atacama para conhecer todos os passeios principais, é de pelo menos 6 dias inteiros. Se eu tivesse mais 2 dias, incluiria o Salar de Tara e o Salar de Atacama.
2 – O primeiro passeio sempre deve ser em local de baixa altitude para ajudar na aclimatação. (Valle de la Luna ou laguna Cejar). Sério, isso é importante!
3 – Casaco corta vento, protetor solar e soro fisiológico para o nariz serão seus melhores amigos independente da época.

UYUNI (travessia de 3 dias e 2 noites)
Hospedagem: Hotel de Sal e Hostal Huayllajara (inclusos no passeio)
01/09 – Laguna Blanca, Laguna Verde, Piscinas Termais, Deserto de Dali e Laguna Colorada. Noite em alojamento com quarto compartilhado.
02/09 – Arbol de Piedra, Laguna Honda, Laguna Hedionda. Noite no Hotel de Sal em quarto privativo.
03/09 – Salar de Uyuni e Cemitério de Trens. Viagem de 10h até La Paz saindo às 20h da cidade de Uyuni pela empresa Todo Turismo.

Pontos importantes:
1 – Troque aproximadamente 300 bolivianos para poder pagar as entradas das atrações, banheiros no meio do caminho e até lembrancinhas.
2 – Você vai precisar comprar sua própria água e papel higiênico. Lenços umedecidos são a salvação na falta de banho e saco de dormir fará toda a diferença pra dormir sem congelar hahaha.
3 – Mala de carrinho é uma péssima ideia pois todas as coisas vão em cima do carro e é necessário espaço pra caber tudo de todo mundo. Se aparecer com uma mala de carrinho pode acabar provocando a fúria de um guia hahaha. Sem contar que tudo é terra, terra e terra.

VIAGEM UYUNI / LA PAZ e LA PAZ/AREQUIPA
03/09 – Viagem de 10h até La Paz saindo às 20h da cidade de Uyuni pela empresa Todo Turismo.
04/09 – Viagem de 12h de La Paz até Arequipa.

Pontos importantes:
1 – Comprem a passagem de ônibus da Todo Turismo antes da viagem. Se eu não tivesse comprado antes, não teria conseguido lugar.
2 – Podem deixar pra comprar a passagem até o Peru na própria rodoviária de La Paz. (No meu caso eu não consegui comprar mas o motivo foi lotação. Vou contar a história do maior perrengue da minha vida no post sobre a travessia).

AREQUIPA (3 dias inteiros)
Hospedagem: Los Andes Bed & Breakfast
05/09 – Monastério de Santa Catalina + City Tour de 4h em Arequipa
06/09 – Viagem de 5h até Chivay + Passeio pela cidadezinha.
07/09 – Cânion del Colca + Retorno para Arequipa + Viagem de ida para Cusco às 20h30.

Pontos importantes:
1 – Chivay é a cidade base para conhecer o Cânion del Colca. Existem dois tipos de passeio: um que você dorme em Chivay (o meu), e outro que é bate volta até o Cânion. Se já é cansativo dormindo em Chivay, jamais aconselho fazer um passeio bate volta. Fica a dica! :p
2 – Oltursa e Cruz del Sur são as empresas mais conhecidas, confortáveis e confiáveis para se viajar no Peru. Consulte a mais barata no dia de comprar a passagem. Podem deixar pra comprar tudo lá mesmo.

CUSCO (5 dias inteiros)
Hospedagem: Hostal Santa Maria
08/09 – City Tour em Cusco (Qoricancha, Saqswayaman, Tambomachay, Quenqo, Pucapuara)
09/09 – Vale Sagrado (Pisaq, Urubamba, Ollantaytambo e Chinchero)
10/09 – Zipline em Chinchero + Viagem para Águas Calientes (cidade base de Machu Picchu) partindo de Ollantaytambo.
11/09 – Machu Picchu
12/09 – Moray e Salineras de Maras (Acabei não conseguindo ir por conta de protestos na cidade) #TristezaProfunda

Pontos importantes:
1 – Fique pelo menos uns 7 dias inteiros em Cusco. Tem MUITA coisa pra fazer e conhecer, além do fator aclimatação. Fiquei com os dias contadinhos e não conseguir ir em um dos passeios. 😦
2 – Compre o ingresso de Machu Picchu antes de viajar. Lá sai muito mais caro por conta da taxa das agências e ainda corre o risco de lotação (principalmente em alta temporada e para quem quer comprar a subida até a montanha Huayna Picchu).
3 – Compre a passagem de trem de ida e volta para águas calientes antecipadamente também (Peru Rail ou Inka Rail). “Use” o passeio pelo Valle Sagrado para ficar em Ollantaytambo e já pegue o trem de lá mesmo.  Pegar o trem em Poroy, que fica mais pertinho de Cusco, sai muito mais caro.

ICA (2 dias e 1 noite)
Hospedagem: Hostal Curasi
13/09 – Saída de Cusco de Avião + Chegada em Lima + Viagem para Ica pela empresa Cruz del Sur + Passeio de Buggy pelo Oasis de Huacachina + Jantar no restaurante Huacafuckingchina.
14/09 – Passeio até a reserva Nacional de Paracas + Islas Ballestas + retorno para Lima pela Peru Bus (Pode ser Oltura ou Cruz del Sur também mas a Peru Bus era a mais barata naquele momento).

Pontos importantes:
1 – Se puder, fique 3 dias e 2 noites pra conseguir curtir o principal, o Oasis e poder fazer o passeio até as linhas de Nazca.

LIMA (3 dias inteiros)
Hospedagem: Hotel Mariel
15/09 – Plaza de Armas + Palácio Arzobispal + Catedral + Catacumbas + Parque de la Reserva
16/09 – Passeio em Barranco + Ayahuasca Restobar
17/09 – Passeio por Miraflores + Parque del Amor + Shopping Larcomar + Los incas Bar na Calle das pizzas.

Pontos importantes:
1 – Se puder, fique 3 dias e 2 noites pra conseguir curtir o principal, o Oasis e poder fazer o passeio até as linhas de Nazca.

18/09 – Volta para o Brasil

Meu Mochilão pela América do Sul

Eu, uma mulher de 30 anos, sedentária e recém ex-fumante, acima do peso, que morre de medo de inseto, tem mania de limpeza, não consegue se imaginar um dia sem um banho, é claustrofóbica e tem paladar infantil, resolveu fazer um mochilão de 22 dias pela América do Sul passando pelo Deserto de Atacama e subindo para a Bolívia e Peru. Visualizem o pavor da criatura que vos fala hahahahaha.

Posso dizer que SIM, É POSSÍVEL, e essa viagem foi a maior prova de superação da minha vida (mesmo eu continuando com medo de insetos rsrsrs). Foi maravilhoso apesar dos imprevistos e perrengues no meio do caminho. Aliás, nesse tipo de viagem, por mais planejada que esteja, uma hora a coisa vai babar e você vai ter que repensar a porra toda. Prepare seu psicológico pra isso.

Meu maior medo? Era respirar. A altitude me deixava inquieta e ansiosa. Já tenho dificuldade de respirar no nível do mar, imagina a 4000 metros de altitude onde o ar é rarefeito e o oxigênio é muito limitado!?
E pra melhorar sofro de claustrofobia hahahahahah, ou seja, falta de oxigênio é meu pior pesadelo hahaha!

Se você está com medo de fazer uma viagem dessas, posso dizer que seu eu consegui você certamente consegue. É SÉRIO! Vi muita gente me chamar de maluca e duvidando de mim. Então galera desculpaê! EU CONSEGUI Hahahaha

Um estímulo: a primeira coisa que precisa fazer é tirar essa viagem do papel. As pessoas enrolam anos pra “tomar coragem” (sou uma delas) justamente porque é muito trabalhoso. Defina a data, o ponto de partida e de volta e compra essa passagem logo que aí não vai ter jeito, você vai ter que ir hahahaha.

Passei por mais de 10 cidades em 22 dias e posso garantir que organizar essa viagem não é nada fácil. Foram 10 meses de preparação com muitos mapas, planilhas e dúvidas para conseguir montar o roteiro. 
Eu viajei só com uma amiga. Duas meninas sozinhas e com pouca experiência em aventuras atravessando fronteiras em lugares considerados perigosíssimos, como a Bolívia por exemplo, exigem cuidados e muita pesquisa.

Mochileiros de verdade já estão acostumados com tudo isso e às vezes nem se organizam direito. Encontrei pessoas pelo caminho que nem sabiam pra onde iam, já eu, sabia exatamente o dia e hora de onde eu estaria. hahaha
Dito isso, gostaria de deixar claro que meus relatos são direcionados para mochileiros de araque (ou meia tigela como preferirem) como eu e minha amiga hahaha.

Agora vamos ao mais importante pois certamente você está aqui no blog pra isso.

PASSO A PASSO DE COMO ORGANIZAR UM MOCHILÃO (CHILE, BOLÍVIA E PERU).

1° – Defina o número de dias que você pode dispor para viajar. Sem isso você não consegue começar.

2° – Verifique se o mês que escolheu é a melhor época para passar pelas cidades. Chuva estraga qualquer viagem, principalmente essa pois torna tudo mais perigoso.

3° – Pensa em 3 lugares que você não quer deixar de ir de jeito nenhum. No meu caso escolhi como prioridades o Deserto de Atacama, o Salar de Uyuni e Cusco.

4° – Por qual lugar começar? Eu comecei pelo Atacama e Uyuni e fui subindo até o Peru. Foi a melhor coisa que eu fiz pois fiz o mais cansativo antes. Pensar em deixar eles por último me dá até agonia. CANSA MUITO! Mas ao mesmo tempo, depois de passar pelo Atacama e Uyuni nada mais te surpreende tanto, afinal, você viu o mais bonito primeiro (não que os demais lugares sejam feios, mas é que realmente não tem comparação). De qualquer forma não faria diferente do que fiz.

JÁ RESOLVEU TODAS ESSAS QUESTÕES? Agora sim podemos brincar de roteirizar.

Vejo pessoas elogiando todos os lugares e não é bem assim. TODA VIAGEM tem seu ponto negativo. Meu objetivo é contar minhas experiências dando a minha opinião sem hipocrisias.

Começando pelo MEU ROTEIRO

Onde se hospedar em Maragogi?

Eu digo que existem 3 opções:
1. A fina e rica – Os resorts all inclusive como Salinas de Maragogi ou Grand Oca
2. Sou simples mas faço questão de conforto – Pousadas ou hotéis mais caros (Ex.: Pousada Olho D’água, Hotel Areias Belas ou Hotel Praia Dourada.
3. Me endivido mas viajo – Pousadinhas mais simples com cara de casa (Ex.: Pousada Sol e Mar ou Novo Hotel Dona Felicidade).

Sobre a localização pude ver que ficar hospedada no centro não vale a pena. Maragogi é um lugar bem pacato até mesmo na cidade, além disso a praia principal não é a mais recomendada para banho. Pouca estrutura e além das praias e passeios não tem muito mais o que fazer. Além disso, as pousadas pelo centro são mais caras (caso opte pela opção 3 como eu e esteja preocupado com din din hehehe).
Fiquei em Barra Grande (cidade colada em Maragogi) e foi sem dúvidas a melhor opção.

Mapa Alagoas

Se precisar ir ao centro, peça um carro/táxi  na sua pousada (se não tiver alugado um) que em 10 minutinhos você vai estar lá. Eles costumam cobrar um preço fixo por volta de R$ 50 (ida e volta). Te deixam e depois te pegam no horário combinado. Fiz isso e deu tudo certo.

Fiquei hospedada em uma pousada ótima em Barra Grande chamada
Pousada Sol e Mar. Não poderia ter ficado mais satisfeita com o custo-benefício.

– Café da manhã ótimo;
– Quartos amplos e limpos;
– Área de lazer nota 10;
– Praia linda, calma, azul e quentinha;
– Oferecem passeios de buggy e para as piscinas naturais.

Claaaaaro que o atendimento precisa melhorar bastante e tinha alguns poréns, mas no geral, considerando o valor da diária (em torno de R$ 170), foi ótimo.

Resumindo, não se preocupe se seu hotel ou pousada não for no centro. Ficar em Barra Grande foi ótimo e não me atrapalhou em nada. E olha que eu nem aluguei carro 😉

Também é possível ficar em Japaratinga ou Ponta do Mangue. Ambos os lugares são incrivelmente lindos, porém um pouquinho mais distantes.

Dúvidas? É só me chamar!

Beijo Beijo Didi :*

Icebar – Puerto Iguazú

Que tal 30 minutinhos em um bar “feito” de gelo?

20150217_211820_LLS

A temperatura do Icebar chega a -10 dentro do bar, mas antes (pra evitar o choque térmico) você passa por duas salas para ir se acostumando: a primeira com aproximadamente 20 graus, a segunda com 7 graus e aí sim você entra no bar e encara a parte congelante. É CONGELANTE MESMO!

20150217_224149  20150217_230720-1

Onde fica e como chegar no Icebar?
O Ice Bar fica em Puerto Iguazú, no caminho para o parque das cataratas do lado argentino. De carro é a melhor forma de ir, mas os hotéis dão essa opção de passeio também.

O que fizemos?
Como tínhamos pouco tempo de viagem, fizemos tudo no mesmo dia (Parque Nacional Iguazu + Icebar). De quebra depois demos uma passadinha no cassino mas isso falarei depois 🙂 .

Passamos o dia inteiro no Parque Nacional Iguazú, voltamos para o hotel em Foz para tomar um banho e voltamos novamente para a Argentina para curtir os dois lugares.  Ir direto é complicado pois andar no parque o dia inteiro te deixa no mínimo imundo hehehe. Fiquem tranquilos que dá tempo e por incrível que pareça não é muito corrido pois a fronteira da argentina é beeeem pertinho.

Uma sugestão para quem tem mais tempo de viagem é fazer isso em dias separados. Cataratas em um dia e compras, Icebar e cassino em outro.

IMG_20150218_213427  IMG_20150219_213315

Quanto custa a entrada do Icebar?
Valor: $ 200 pesos por pessoa.

Vale a pena?
Conhecer ok, voltar não!
Muita gente pra um ambiente muito pequeno. Tire umas fotos legais e tá mais que suficiente hehehe ✌
Bebida liberada? Esqueça! Se conseguir pegar um copo de alguma coisa já ganhou a noite, mas de qualquer forma é uma experiência bem bacana e diferente. Até o copo é feito de gelo, e o mais engraçado, é que ele vai derretendo na sua mão. hahaha

IMG-20150218-WA0024

Que roupa ir para o Icebar?
Vá de sapato fechado, meias e uma calça bem quentinha. No início parece tranquilo, mas dá 10 minutos e você começa a sentir as extremidades ficando mega geladas heheheh.
Obs.: Não vale ter nojinho de colocar o mesmo casaco e as mesmas luvas que todo mundo coloca hehehehe. Podem reparar que é super limpinho hahahaha :p

IMG-20150218-WA0015

Resumindo:
Super recomendo pois é MUITO LEGAL, mas como disse antes o Icebar vale muito a pena conhecer, mas não voltar.
Lembre-se que vai pagar 200 pesos (tipo 50 reais dependendo do câmbio) pra ficar meia horinha congelando rsrs. E rola uma dificuldade de pegar bebida.
Conselho: encare como uma passeio e não como um bar de fato ;).

Mais detalhes sobre o bar aqui!

Posts Relacionados
-> Cataratas do Iguaçu (Lado Argentino)
-> Cataratas do Iguaçu (Lado Brasileiro)
-> Usina de Itaipu
-> Como passar pela Fronteira da Argentina?

Usina de Itaipu

Itaipu na minha opinião é o tipo do passeio “Já que eu tô em Foz eu vou né!?”.
Não que seja ruim ou feio, pelo contrário, até me surpreendeu bastante, mas depois de ver as Cataratas você não vai conseguir ficar impressionado facilmente. Pelo menos é uma forma de estar em dois lugares ao mesmo tempo, Brasil e Paraguai, afinal a Usina é binacional (pertence aos dois países) hehehe.

A usina chegou até entrar na lista para ser cotada como uma maravilhas do mundo moderno. Não ganhou porque haja concorrência né! Mas potencial não falta. 🙂

didiviajante_itaipu _didiviajante_itaipu3

A primeira dica de cara é: COMPRE OS PASSEIOS PELA INTERNET. Fui em fevereiro e só consegui ir no que sobrou. Não tinha mais horário pra quase passeio nenhum e quase perdi a viagem até lá. Tudo bem que fui em alta temporada (Carnaval), mas mesmo assim se dá pra se programar daqui, porque deixar pra cima da hora né?

A Usina de Itaipu oferece diversos tipos de passeios:
Passeios mais baratos
– Visita Panorâmica;
– Refúgio Biológico;
– Ecomuseu;
– Polo Astronômico;
– Iluminação da Barragem.

Passeios mais caros
– Circuito Especial;
– Test Drive Veículo Elétrico;
– Porto Kattamaram;
– Almoço no PTI.

Para saber mais detalhes e os valores de cada passeio,  clique aqui!
Obs.: para a compra de meia entrada para a Visita Panorâmica ou Ecomuseu (são os únicos passeios que permitem a meia), tem que levar uma declaração ou carteirinha de estudante. Somente o boleto de pagamento não aceitam (experiência própria).

_didiviajante56itaipu

Logo que entramos, temos que ver um vídeozinho sobre a história da usina (10 minutinhos no máximo) e só depois podemos seguir para os passeios. Vou falar um pouquinho de cada um. Com detalhes falarei apenas dos que fui: Visita Panorâmica e o passeio de barco no Porto Kattamaram.

VISITA PANORÂMICA
Na visita panorâmica, são 3 paradas e cada uma dura em torno de 10 minutos pra conhecer e tirar foto pelos arredores. É bem rapidinho mesmo. A 4° parada é no Porto Kattamaram. Para aqueles que farão o passeio no barco ou até mesmo queiram almoçar no restaurante de lá, que aliás super recomendo, podem ficar tranquilos que depois você pode voltar com qualquer um dos ônibus que estarão deixando mais visitantes.

O passeio em si é super tranquilo, e vale a pena pelo preço (apenas R$ 27,00). 
Mais informações sobre o passeio aqui.

didiviajante_itaipu8 (3)  didiviajante_itaipu8 (1)
didiviajante_itaipu8 (4)  didiviajante_itaipu8 (2)
didiviajante_itaipu57  didiviajante_itaipu575

PORTO KATTAMARAM
A chegada no Porto Kattamaram é bem bonita e o restaurante também. O Lago de Itaipu impressiona pelo tamanho e pelo contraste do barro com a água, mas confesso que o passeio de barco me decepcionou bastante 😦 .

É um passeio caro (R$ 60), então no mínimo eu esperava ver algo grandioso no meio do lago, maaaaaaas não é bem assim. Você só verá, água, água e água por 1 hora. Nada de diferente. Inclusive posso dizer que a vista do deck é mais bonita. Só recomendo esse passeio se for pra ver o pôr-do-sol. Não fui mas vi fotos e todos falam que é deslumbrante (não esqueça de consultar a previsão do tempo hehehe).

didiviajante_itaipu88
didiviajante_itaipu9  didiviajante_itaipu999

Infelizmente em toda viagem rola uma furada e devo dizer que foi essa. Além de chato era muito abafado.
A única vantagem é que a comida e bebida tem um preço justo (diferente dos hotéis e dos restaurantes de Foz), mas não vale pagar caro pra pagar barato rsrsrs. Não faz sentido. :p

Mais informações sobre o passeio aqui

Didi Viajante_ItaipuKattamaram  Didi Viajante_ItaipuKattamaram2

Isso é tudo que você vai ver no passeio hehehe :p

didi viajante_kattamaram (3)  didi viajante_kattamaram (5)
didi viajante_kattamaram (4)

Fim do passeio. Agora é só pegar o ônibus e voltar para a entrada da Usina.

Consideração importante: existem 2 tipos de ônibus, o fechado de 2 andares e ar condicionado e aquele aberto de passeio mesmo. Preferi mil vezes andar no fechado pois lá venta muito e acaba ficando muito incômodo para tirar foto e até mesmo abrir os olhos hahahaha. Resumindo, indico que faça o passeio no ônibus fechado pois é muito mais agradável e confortável. O outro só parece divertido mas nem é isso tudo rs. :p

Se quiser saber sobre todos os passeios, é só clicar aqui

Ponto que valem ser ditos:
– Quem fizer o Circuito Especial deve ir de calça ou pelo menos com uma bermuda que cubra o joelho senão não será permitida a entrada mesmo com o ingresso comprado.
– A iluminação da barragem só acontece as sextas e sábados a noite.
– Todos os passeios estão sujeitos à lotação, então deixar para comprar o ingresso na hora pode ser um risco.
– Circuito Especial, Polo Astronômico e Visita Panorâmica são os passeios mais concorridos.

Espero ter ajudado 😉
Beijos da Didi :*

Posts Relacionados
-> Cataratas do Iguaçu (Lado Brasileiro)
-> Cataratas do Iguaçu (Lado Argentino)
-> Icebar – Puerto Iguazú
-> Como passar pela Fronteira da Argentina?

Passo a Passo – Visto Canadense

Bom, primeiramente devo dizer que ir pro Canadá dá trabalho.
– Primeiro que a maioria dos voôs fazem conexão nos Estados Unidos, ou seja, vai precisar tirar o visto para conexão (sinceramente é melhor tirar o de turismo logo porque o trabalho é quase o mesmo). Se achar uma passagem que não faça conexão por lá, por um preço digno, melhor ainda.
– Segundo que o visto Canadense é bem chatinho de tirar, pois os sites não ajudam e você tenta achar a informação correta e acaba se confundindo cada vez mais. Depois que você descobre tudo fica mais fácil, e eu descobri UFA!

Então vamos lá:

1º PASSO – FORMULÁRIOS
Você deverá preencher 4 formulários, que são eles:
IMM5257E – Application for Temporary Resident Visa

IMM5645E – Family Information

VAC CONSENT FORM

– DOCUMENT CHECKLIST

Para outros tipos de visto (Estudante, Trabalho ou Residente Permanente), basta consultar este link e entender que tipo de formulário deve preencher.

Eu tenho um manual de preenchimento que quem tiver com dificuldades pode entrar em contato comigo que eu envio 🙂

2º PASSO – DOCUMENTAÇÃO
Depois dos formulários preenchidos é hora de juntar a documentação necessária!
A. Formulários de visto preenchidos
B. Duas fotos no tamanho 3x5cm, em fundo branco (Pode ser tirada no VAC).
C. Passaporte atual com pelo menos 06 meses de validade no ato da solicitação de visto. Se tiver passaporte anterior com viagens e/ou vistos, enviar cópia do mesmo e dos vistos junto da documentação.
D. Cópia frente e verso do RG.
E. Comprovante de estudos no Brasil (Conclusão ou frequência) – pode ser cópia de diploma, certificado de conclusão, atestado de matrícula.
F. Comprovante de trabalho no Brasil – Carta original do empregador citando sua ocupação, desde quando está na empresa, atestando férias para realização da viagem ou licença. Outros documentos que podem comprovar este vínculo.
Empresários devem apresentar cópia do contrato social e última alteração, se houver. Profissionais liberais devem apresentar documentos comprobatórios de sua atividade no Brasil.

Documentação Financeira
A documentação financeira deve ser do requerente ao visto. O requerente pode também acrescentar documentos de um suporte financeiro (patrocinador da viagem) que pode ser pai, mãe ou parentes próximos como irmãos, avós, tios, etc. Deve-se também apresentar um patrocinador quando o requerente for menor de idade, for estudante ou se apresenta condições financeiras ainda insuficientes.

A. IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) – Deverá apresentar a declaração de Imposto de Renda completa com o Recibo da Entrega da declaração.
B. Comprovante de renda mensal (salário) – Deverá apresentar os 03 últimos comprovantes de renda mensal. Exemplo: holerite ou contracheque. No caso de empresários poderá ser cópia do pró-labore ou DECORE original. No caso de profissionais liberais, poderá ser comprovante de pagamentos para IRPF ou de recebimentos no extrato bancário.
C. Comprovante de recursos disponíveis em conta bancária – Deverá apresentar os recursos disponíveis nos últimos 90 dias (03 meses). Esses recursos podem estar em Conta corrente, Conta poupança ou investimentos de renda fixa. O valor a ser comprovado deverá garantir os valores do programa + passagens + no mínimo CND$ 1.500 por mês de estada no Canadá. Caso os valores de curso e passagens já tenham sido pagos, incluir cópias destes recibos. O consulado aceita investimentos, desde que não sejam ações nem previdência, ou fundos ligados a esses tipos.
D. Carta de responsabilidade financeira – Documento a ser apresentado caso o requerente inclua um suporte financeiro ou patrocinador de viagem. Deverá ser documento original, datado e assinado. Clique aqui para baixar um modelo.

 3º PASSO – PAGAMENTO DAS TAXAS
– A taxa deve ser paga no HSBC na boca do caixa em nome do Consulado Geral do Canadá. Os valores você encontra aqui.
– O recibo deve ser entregue no VAC junto com os documentos e não precisa marcar pra levar, basta aparecer lá de segunda a sexta até as 17h
– O VAC do Rio de Janeiro fica no Ed. Le Monde na AV. das Américas 3.500.
– Dá pra ir de carro e tem que estacionar no Valet do edifício (3° entrada).
– Lá eles vão cobrar uma taxas de serviço de acordo com sua necessidade.
-A Taxa de Serviço de Processamento de solicitação é obrigatória, e indico tirar foto por lá também. O valor destas taxas estão no link abaixo.
Taxas de Serviço VAC

Até a preencher formulários eles ajudam, mas também cobram, e caro.
Essas taxas devem ser pagas no VAC mesmo SOMENTE EM CARTÃO (Visa ou Master).

 4º PASSO – RETIRADA DO PASSAPORTE
Bom, depois de juntar toda essa documentação, ir ao VAC e pagar mil taxas, agora é só rezar. Em 10 dias úteis você terá a resposta se o visto foi consentido ou não através de um número que eles dão para checagem online, aí é só buscar ou pedir para enviar por correio.

Ele poderá ser de múltiplas entradas ou única entrada, e certamente terá a validade do seu passaporte. Dificilmente será recusado se mandou tudo direitinho. Se tiver o visto americano fica ainda mais fácil.

OUTRAS FORMAS DE TIRAR O VISTO
Também existem VACs em São Paulo e Brasília. Recomendo que quem não more em um dos locais citados que contrate um despachante. Existe também como tirar o visto online mas não acho seguro enviar documentos tão importantes por correio (MINHA opinião).

Ajudei? Espero que sim.
Qualquer dúvida podem entrar em contato comigo por aqui.Beijos :*

Posts Relacionados:
Passo a Passo Visto Americano

Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro

É claro que quem vai à Foz do Iguaçu a parada obrigatória é conhecer o lado brasileiro das cataratas certo? O restante é só um plus hahaha.
O Parque Nacional do Iguaçu possui uma ótima estrutura para turistas e pessoas de qualquer idade conseguem aproveitar (apesar de achar que para crianças pode ser um pouco tedioso).

didiviajante_fozdoiguaçu
Ingresso para as Cataratas do Iguaçu – Lado brasileiro. Onde comprar?
Você pode comprar pela internet ou lá na hora na entrada do parque mesmo (diferente do lado argentino que é só no parque).
A vantagem de comprar online, é que assim que você chega, basta trocar o papel com o número do voucher na área de troca de ingressos comprados pela internet. A fila costuma ser bem menor, até porque as pessoas não costumam se programar com antecedência.

Para comprar ou ver preços basta clicar aqui.

Comprar online é a melhor opção principalmente se você vai em alta temporada, pois fará você perder menos tempos em filas (ainda tem a fila pra pegar o ônibus e a fila pra comprar os passeios).
No preço já inclui o ônibus que te leva do início do parque até as quedas d’água. Não ache que o transporte descrito no site é do seu hotel para o parque (eles não explicam direito). Quase cai nessa hehehe.

Ingresso trocado/comprado? Partiu fila do ônibus.
Dependendo da época essa fila pode levar cerca de 40 minutos (foi o que eu enfrentei).

LadoBrasileiro (83)  didiviajante_fozdoiguaçu2

No caminho até os mirantes, você verá alguns pontos de parada para fazer os passeios como Macuco SafariVoo de Helicóptero e Trilha do Poço Preto (lembrando que os passeios devem ser comprados na entrada do parque). Indico que comprem o primeiro horário disponível, pois assim, depois do passeio, você fica livre para andar pelas trilhas e tirar fotos nos mirantes com calma.

A última parada do ônibus é no Hotel das Cataratas que por sinal é super indicado para famílias ricas com idosos ou pessoas com dificuldades para caminhar. Existe um mirante estratégico bem em frente ao hotel. Falei famílias ricas pois a diária fica entre R$900 a R$1300 reais dependendo da época. AI MEU BOLSO hehehe.

didiviajante_hoteldascataratas2  ??????????????

Saltando no hotel, agora é só seguir rumo a tão esperada trilha para os mirantes. 🙂
didiviajante_fozdoiguaçu5  didiviajante_fozdoiguaçu7

Eis o primeiro visual que você verá ❤
didiviajante_cataratasdoiguaçu
didiviajante_cataratasdoiguaçu45  LadoBrasileiro (16)

Pois é, a cada mirante é uma surpresa. O circuito é um pouco estreito e têm bastante gente indo e vindo, ou seja, conseguir tirar a foto perfeita pode exigir um pouco de paciência (eu prefiro falar considerando a alta temporada, pois se for em baixa, e estiver vazio, vai se surpreender e aproveitar ainda mais). 😉

didiviajante_trilha

O que levar para as Cataratas?
Como comentei no post sobre o Lado Argentino, levar água é uma questão de sobrevivência. Primeiro que a água no parque custa os dois olhos da minha cara e ainda leva meu dedinho mindinho de brinde. Segundo que dentro do parque você só vai achar lugar pra comprar quando já estiver desidratado. A primeira lanchonete demora a aparecer viu!?

Além da água, eu recomendo que vá de tênis e com uma roupa bem confortável e de fácil secagem. Protetor Solar e repelente também são muito bem-vindos. Saquinhos plásticos para guardar documentos e proteger sua bolsa são indispensáveis (você vai se molhar de verdade). Um biscoitinho também não é má ideia. 😉
Lá tudo é muito caro. Fui na cantina, comprei 2 águas e 2 pacotes de biscoito. Dei 50 reais pra moça e ela me devolveu 10 reais e umas moedinhas. Ou ela me roubou, ou ela me roubou hahahaha, não tem outra resposta (faz a conta aí e se espante hehehe).

LadoBrasileiro (37)
didiviajante_cataratsdoiguaçu

Depois de passar por toda trilha e apreciar todo esse visual de outro mundo, enfim chegou o grande momento: SE MOLHAR :).
O calor e o sol estavam castigando, então me molhar era tudo que eu mais queria naquele momento hehe. :p

didiviajante_cataratasdoiguaçu78

Se não puder ou não quiser se molhar por algum motivo, não deixe para comprar capa de chuva no parque pois é realmente muito caro (aproximadamente R$15). Compre em algum mercado mesmo ou vai vestido de “saco de lixo” que vale mais a pena hahahah. Sinceramente o ideal é sentir a energia boa daquela “fumaça de água” de umas das 7 maravilhas da natureza. Prepare-se pra ficar ensopado.

É UMA DELÍCIA!!!
didiviajante_ladobrasileiro3  didiviajante_ladobrasileiro34didiviajante_ladobrasileiro23  didiviajante_ladobrasileiro35

-> Uma dica que me ajudou a tirar fotos nesse momento: levei uma toalhinha de rosto e coloquei em cima da câmera. Eu toda hora tirava uma foto e automaticamente já secava. Ela voltou intacta. Se não tiver câmera a prova d’água como eu (não curto muito), pode fazer isso com cuidado que vai garantir fotos maravilhosas. 😉

Chegou a hora de ir embora! 😦

Existem duas opções para chegar no terminal dos ônibus: o elevador com fila infinita ou a trilha com escadas intermináveis hahahahah. A trilha dá uma canseira mas o bom é que você pode ir subindo e tirando mais fotos. :p

didiviajante_foz56
didiviajante_foz54 didiviajante_foz55

Quando você subir tudo, não corra para o ponto dos ônibus. Na área da lanchonete existe um mirante que poucos que sobem pelas escadas conseguem ver, pois fica bem na saída do elevador. Juro que pra mim ganhou de todos. Fui ali totalmente por acaso e choquei com o visual.

didiviajante_foz57 didiviajante_foz58

Curtiu o último mirante? Agora é só ir em direção aos ônibus que eles vão te levar para a entrada do parque 😉
Dúvidas? É só falar comigo aqui 🙂

Beijos da Didi :*

Posts Relacionados
-> Cataratas do Iguaçu (Lado Argentino)
-> Icebar – Puerto Iguazú
-> Usina de Itaipu
-> Como passar pela Fronteira da Argentina?

Dicas de Cancún

Esse post foi feito especialmente para dar dicas sobre Cancún que foram essenciais para uma experiência melhor de viagem, afinal, sempre que vamos viajar, é bom sabermos pequenos detalhes que farão toda a diferença 😉 .

     DidiViajante_Cancun

1 – Quando ir a Cancún?
Pois é, qual a melhor época pra ir a Cancún? Muitos esquecem de pesquisar esse pequeno detalhe, que sinceramente, faz TODA a diferença. Eu decidi ir em dezembro e foi a melhor coisa que fiz. Pra quem não sabe, a alta temporada em Cancún é no inverno. Achei isso muito estranho mas arrisquei e não me arrependo nadica. Durante 10 dias de viagem só peguei uma chuva de 10 minutos que foi embora como se nada tivesse acontecido. Além disso a temperatura era perfeita (25 a 30 pela manhã e 22 a 26 a noite).

O melhor é que mesmo eu tendo ido em alta temporada, não achei tão cheio quanto esperava que ficasse. Não podia ter escolhido época melhor. Pra quem não pode se limitar a dezembro, vou falar um pouquinho sobre as outras datas:

Dezembro a Fevereiroalta temporada (bastante gente mas nada que atrapalhe sua vida), passagens e hospedagens mais caras, temperatura ótima e poucas chuvas.
-> Indico para famílias, idosos, casais e jovens solteiros.

Março a Maioalta temporada (muitos jovens por causa do spring break), passagens e hospedagens mais caras mas não tanto quanto Dezembro a Fevereiro, temperatura um pouco mais quente e poucas chuvas.
-> Março e Abril só indico para jovens solteiros a procura de bagunça hahaha (é realmente muita loucura). Maio já indicaria para qualquer pessoa.

Junho a Novembro – baixa temporada, passagens e hospedagens geralmente em promoção, temperatura bem mais quente e bastante chuva. Essa é a famosa temporada de tempestades e possíveis furacões em Cancún.
Por mais que seja verão é a época menos indicada pra ir. Geralmente é nessa época que começa a aparecer um monte de promoção em tudo que é site de viagem o que torna tudo muito tentador, mas lembre-se que sua viagem pode sair barata no bolso e cara na experiência. Se quiser arriscar ok, mas a escolha é sua 😉 .
-> Indico para quem curte uma adrenalina hahaha (imagina dar de cara com um furacão em uma viagem que deveria ser paradisíaca?)

Didi Viajante_DicasdeCancun

2 – Como se relacionar?
Os Mexicanos amam os brasileiros. Quanto mais brasileiro e simpático você for, mais eles vão gostar de você. Chega a ser engraçado como eles ficam maravilhados por saber de onde você veio.
Eles amam o Brasil e devem achar que somos ricos porque sempre falavam “Nunca vou conseguir ir ao Brasil porque é um país muito caro”. Até no ônibus indo para um passeio o guia brincou falando “O valor da atração é X, não é caro, afinal não existe lugar mais caro que o Brasil” – tive que dar razão a ele hehehe. Nessas horas me pergunto, como sobrevivo?

2 – Inglês, português ou espanhol? Como se comunicar em Cancún? 
Evite falar inglês que você consegue tudo mais barato. Quando você fala que é brasileiro, o preço das coisas chega a cair pela metade e inclusive vivi essa experiência em um dos passeios. Fui comprar uma tartaruguinha de pedra e a moça já chegou falando que era 50 dólares. Quando comecei a falar, ela percebeu que eu era brasileira e automaticamente o preço caiu pra 26 dólares hehehe.

3 – Pesos ou Dólares em Cancún?
Não leve pesos, leve somente dólares. Em Cancún 90% dos lugares aceita dólar e muitos te dão troco em peso, então você acaba ficando com as 2 moedas logo no primeiro dia. Guarde os pesos para pagar transportes e coisas mais baratas que vale mais a pena.
Ex: o ônibus custa 10 pesos ou 1 dólar – 1 dólar vale entre 12 e 13 pesos – ou seja, o ônibus fica mais caro em dólar rs.

4 – Pode levar câmera nas atrações de Cancún?
Pode levar câmera ou celular em qualquer passeio ou atração de Cancún desde que ela, de alguma forma, fique bem presa a você (principalmente pra você não perder). Compre uma capinha de celular a prova d’água, ela vai salvar suas fotos da viagem. Além de ser leve e fácil de utilizar (é só colocar o celular dentro), você pode andar com ela pendurada no pescoço caso precise nadar ou ir em alguma atração mais radical. Muitos mortais (como eu) não podem comprar uma GoPro ou até mesmo uma câmera a prova d’água. Essa foi a forma perfeita de ter minhas fotos de viagem.

Conforme eu for lembrando eu vou atualizando o post, mas se precisar de mais alguma informação que não esteja aqui, basta entrar em contato comigo ;)!

Beijos da Didi :*

Posts Relacionados
-> Xcaret
-> Xel-há
-> Xplor
-> Cozumel
-> Cenote Ik Kil
-> Chichén Itzá
-> Isla Mujeres (Dolphin Discovery e Garrafon Park)
-> Ingressos para os Parques
-> Hotel Riu Cancun

Xplor

Hora de falar de um parque bem diferente do que se espera de Cancun e que gostei muito, principalmente por conta das tirolesas. Sempre assistia na TV alguns programas que levavam seus repórteres (tipo Pânico na TV) pra se aventurarem no parque e sempre falei “Um dia vou nesse lugar”. Bom, certamente eu precisava conhecer, então coloquei ele como parada obrigatória no roteiro e não me arrependi nem um pouco.

São 6 atrações que são elas: 14 tirolesas (7 leves e 7 rápidas), Rio subterrâneo a nado, Rio subterrâneo no caiaque, Mini tirolesa na rede, um toboagua misterioso e um passeio de Veículo Anfíbio em trilhas com cachoeiras, pontes, cavernas escuras e buracos. Observação importante: a idade mínima de entrada no parque é de 6 anos.

Valor médio: U$ 105 (ingresso Xplor Plus) – Inclui transporte, comida, bebida e equipamentos.

A HISTÓRIA DO XPLOR
“Há 65 milhões de anos, um asteróide atingiu a Península de Yucatán, atravessando a atmosfera da Terra e encerrando uma era. Os dinossauros foram extintos e novas formas de vida começaram a habitar o planeta. Embaixo da superfície também aconteciam mudanças; a bacia formada pela enorme cratera começou a encher-se d’ água, que começou a escorrer por baixo da superfície e abrir grandes cavernas. Foi assim que, durante milhões e milhões de anos, a natureza esculpiu a paisagem subterrânea de Xplor.”http://pt.xcaretexperiencias.com/xplor.php

DSC02615  fotos iphone 1415

Não sei se essa história é verdade, mas sei que é legal o suficiente pra gerar curiosidade de conhecer o parque não é? hehehe

ROTEIRO
Assim que você entra, recebe um capacete com um número. Esse capacete é de uso obrigatório por causa das cavernas de teto baixo, e também atua como um identificador na hora de pegar suas fotos no final do dia. Existem câmeras espalhadas pelo parque inteiro.
Grande parte do parque fica embaixo da terra, então prepare-se pra andar por muitas cavernas. Dá pra se perder fácil. Várias vezes eu e minhas amigas nos vimos dando voltas no mesmo lugar hehehe.

DV_Xplor4  DV_Xplor5

Pegou o capacete? Agora vá até o coração localizado bem no centro do parque. É a partir dele que você vai saber qual caminho tomar para a atração desejada, banheiros, lockers, etc…

DV_Xplor1 DV_Xplor2

Vá primeiro aos armários e deixe tudo lá exceto chinelo, short e  câmera ou celular com capa a prova d’agua. Não precisa comprar os sapatos de água que todo mundo fala. Não compramos e nem sentimos necessidade.

Corra direto para as tirolesas, pois é a atração mais concorrida e que demanda mais tempo.
O short é para não machucar na hora de colocar o equipamento, o chinelo você pode prender no braço e a câmera ou celular pendurada no pescoço.

TIROLESAS
Existem 2 caminhos: o mais leve e o mais rápido. Eu aconselho ir no mais rápido porque o leve é bem sem graça.
Cada percurso possui 7 tirolesas então prepare-se pra subir muita rampa e escada até o final da atração hehehe. Aos medrosos, existem descidas que podem ser feitas em dupla. 🙂

SIM, CANSA BASTANTE.
Dica: reveze a câmera com as pessoas que estiverem com você para elas tirarem suas fotos na descida 🙂
fotos iphone 1430  DV_Xplor7
fotos iphone 1429

RIO SUBTERRÂNEO COM CAIAQUE OU A NADO.
Com caiaque existem duas possibilidades: o percurso de 15 minutos e o de 30 minutos. Se quiser ir de qualquer jeito, vá pelo de 15 minutos que já é bem cansativo. Os braços não alcançam a água então fazer o caiaque sair do lugar é um parto hahaha. Você já que sair dali em 5 minutos de percurso. Não fizemos a nado pois achamos que seria mais divertido e nos arrependemos muito.

Eu sugiro que vá fazer o Rio subterrâneo a nado (também no percurso mais curto) pois após o calor da tirolesa, é tudo de bom ficar nadando na água geladinha. A única coisa ruim é que não pode levar nada além da sua roupa de banho e o capacete, ou seja, você vai depender das fotos do parque que custam em média U$15 cada.

Abaixo seguem algumas fotos de referência, já que não conseguimos tirar nenhuma foto e nem compramos por achar muito caro e sinceramente saímos péssimas hahahaha.
parque-xplor10 Xplor_40

VEÍCULO ANFÍBIO
Essa atração é MUITO LEGAL principalmente pra quem não tem carteira de motorista tipo eu hehehe. Sugiro faze-la logo após o almoço. Foi a oportunidade que tive de testar minhas habilidades no volante passando por pontes, cavernas e trilhas cheias de buracos e obstáculos. Existem 2 percursos diferentes e fizemos os 2.

Não precisa de carteira de motorista. Aliás, até precisa, mas ninguém pede nada na hora. Eu não tenho carteira e dirigi lindaaaa! Qualquer um com um mínimo de prudência e noção pode dirigir hehehe. Só disfarçar que passa 🙂

10666176_729060217167406_2018166202_n  DV_xplor56 DV_Xplor57  10707155_667805306660594_374749928_n

 MINI TIROLESA COM REDE
Então, depois de ir na tirolesa grandona, ir nessa chega a ser sem graça, então nem fomos e preferimos ficar descansando nas redes que existem pelo parque hehehehe. De qualquer forma segue uma foto de referência caso tenha interesse, mas sinceramente nessa hora já vai estar tão cansado que provavelmente não vai querer se molhar todo de novo rs.
fotos iphone 1498 OU DV_Xplor8

TOBOAGUA
Eu sei que existe um toboagua nesse parque em algum lugar e quem achar por favor podem me dizer onde fica?
Gente, sai do Brasil sabendo que tinha essa atração lá e simplesmente não consegui achar, então minha dica é: PROCUREM pois deve ser muito legal. Pelo que pesquisei, pouca gente sabe da existência, mas existe gente hehehe.

XPLOR FUEGO
Sim gente, além de tudo que falei ainda é possível fazer as mesmas atrações a noite. Imagina a adrenalina?
http://www.xplor.travel/xplor-fuego-tour.php

Bom, acho que falei tudo.
Se tiverem mais alguma dúvida que eu não tenha pontuado, podem entrar em contato comigo aqui.

Beijos :*

Posts Relacionados:
-> Xcaret
-> Xel-há
-> Cozumel
-> Cenote Ik Kil
-> Chichén Itzá
-> Isla Mujeres (Dolphin Discovery e Garrafon Park)
-> Ingressos para os Parques
-> Hotel Riu Cancun